Apenas palavras | Visions in My Head

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Apenas palavras


De forma geral busco por uma realidade comum. A progressão para um estado especifico de pensamento, este resultado teve um alto custo. Um isolamento de muitos elementos da realidade comum. Eu estava afim de analisa-las e especifica-las. Em um primeiro momento, obtive um estado primordial da realidade comum, os elementos participantes eram muitos, embora com suas qualidades eram elementos conhecidos, eles perderam sua habilidade diante do consenso comum. Estes elementos faziam parte de uma totalidade grande em meu estado mental.


A visão, a percepção, o olfato, e os demais sentidos não eram mais os mesmos, em um segundo momento, quando consegui produzir algo especial para fortalecer o laço entre a realidade comum e a realidade não comum, ficou perceptível a união entre os elementos constituintes da realidade comum, esses elementos estavam perdendo sua capacidade de pensar de forma comum, tudo isso, devido a clara aproximação, revelação e separação.



Com uma visão muito pessoal, os resultados da terceira e ultima pesquisa foi o meu aprendizado. Um incrível nível de terror afetou minha consciência ao ponto de despertar a clareza e certeza sobre a realidade, é sempre a vida real, que é justamente a que apresentava-se para mim todos os dias, e que a realidade é, o eu em matéria, um pensamento comum, porem fundamental para me fornecer um consenso de forma indefinida. Somente até este ponto, o caminho deste estudo parece ter sido bem sistemático e continuo para um colapso da verdade.. Utilizando algumas facetas, esforços dramáticos, e outras forças, isso me levou a pensar que estava perdido e que tinha perdido o rumo, porem uma barreira foi removida, uma barreira que me impedia de aceitar a existência e a realidade, onde a separação é fundamental para proteger a identidade e a verdadeira essência.


Uma pesquisa estrutural, às vezes operacional, no primeiro instante uma unidade, depois de separada se torna perceptível, o surgimento de um homem de conhecimento, depois a analise, sem exigências declaradas, embora com algumas exigências disfarçadas, o aprendizado é escolhido por um poder profundo, os ecos no vento, cantados pelo augúrio. As letras confusas, conhecimento, um propósito inflexível, a frugalidade, uma solidez de julgamento, a falta de liberdade para inovar.. Difícil é essa busca pelo e o ser em alguns momentos o guerreiro, respeitoso, medroso, alerta, consciente de seu propósito, aguardando o fluxo do tempo, dotado de confiança, continuidade o processo incessante, a renovação da busca, impermanente. Seguindo o caminho do coração.



E o aliado neste momento de pesquisa que não tinham forma apenas um nome e contido na (Kothar) uma forma feminina... Progressiva... Violenta... Imprevisível.. com um efeito nocivo sobre o caráter de seus seguidores.. E depois o poder do super fluido a versão masculina, (Charir), desapaixonado, gentil, previsível.. com um efeito benéfico sobre o caráter de seus seguidores.. O êxtase.. Todos domesticáveis.. E finalmente a inflexibilidade. Uma exceção sem aliados, isolado, a regulamentação do efeito cumulativo de estados alterados de realidade comum, essa ultima não era utilizável, efeitos e elementos constituintes com estabilidade, singularidade e sobrevivendo sem o senso comum, propósitos específicos das regras, a prova da técnica de manipulação e ingestão-absorção do conhecimento, propósito especifico, inspiração, sexto sentido, adivinhação, estou super cansado agora para falar, como colocar para fora, um pouco mais deste conceito de valor pragmático.. Apenas palavras

0 comentários:

Open Panel