Meus Olhos São a Caixa de Pandora | Visions in My Head

segunda-feira, 3 de março de 2014

Meus Olhos São a Caixa de Pandora


Agora fiquei tonto e distraído. Meus pensamentos se apegavam a uma imagem muito confusa. Eu não posso acreditar mais nesta última versão, os fatos, são os fatos. Mas, da mesma forma como antigamente, minha mente agarrou-se as feridas que tenho em meu corpo a fim de conservar meu equilíbrio mental.
Escutei uma voz dizendo, não lute contra isso agora!
Alguma coisa gritava de dentro das cavernas ósseas de minha cabeça, ela queria tomar contar de meus pensamentos e parecia querer sair, muitas imagens estavam encharcando minha mente, ondas sonoras incontroláveis anestesiavam o meu corpo.
Eu não posso estar sonhando, isso não pode estar acontecendo novamente.
A voz novamente grita: Que inferno! Pare de olhar e assuma o controle de si mesmo.
Corri em direção ao espelho! Olhei profundamente dentro de meus olhos, eu  estava novamente me hipnotizando e tirando aqueles pensamentos novamente. Meus olhos estavam penetrantes, muita dor de barriga e angustia enquanto conectava com o meu ser mistico e consciente.
Fiquei parado por muito tempo contemplando o meu olhar e a intensidade de meus pensamentos passou, não quero conversar mais sozinho, e finalmente posso fazer minha escolha, eu só tenho a te agradecer por me afastar, não vai ser uma pedra grande e chata que vai me fazer mudar a direção, eu tenho o poder para mudar o mundo, em meu olhar existe a força e todo o segredo da criação. Sim eu estou feliz, finalmente encontrei a pessoa que realmente quero, meus desejos, são viver para sempre, ter filhos , constituir uma família, diferente das mentiras manipuladoras que me dominavam antes, dos amores forçados, da compaixão descabida. Ela entende a escuridão de meu espirito. Meu corpo, meus pensamentos estão bem guardados a quem realmente merece, finalmente me sinto seguro.
Os ventos cortantes que assobiam entre as montanhas, me trazem as noticias anunciando a chegada dela, estou aquecido, estou em paz agora com o meu verdadeiro amor, ela estava certa, esse é o ponto sem retorno onde a legitimo.


SOLITARY EXPERIMENTS - PANDORA'S BOX

Why does each journey start with an unknown course?
Why do so many prayers remain unheard?
How can we explain, without to undertand?
And what does it means, when all comes to an end?

Is knowing worth the price it costs, to stare inside Pandora's box?
Does yearning means to guide us to the knowledge of the paradox?

Who decides which life is worth to fight? 
When do we finally come to own insight?
What kind of choice does really make a sense?
And where can we find our way to discernment?

Is knowing worth the price it costs, to stare inside Pandora's box?
Does yearning means to guide us to the knowledge of the paradox?

0 comentários:

Open Panel