My Friendly Voice | Visions in My Head

quarta-feira, 15 de abril de 2015

My Friendly Voice


Ontem eu estava na rua, ao olhar para o céu naquele fim de tarde, tudo estava cinza com relâmpagos e trovões, não demorou para o céu derramar suas gotas de chuva... e eu apressadamente corri em direção a minha casa onde fiquei por algumas horas contemplando o horizonte enegrecido, chuvoso e melancólico. Suas palavras vieram em minha mente, ela estava em conflito com suas afirmações quando dizia " Pare de me chamar" e também com as minhas palavras para você naquele momento "Você foi uma mentira". Talvez o que estou escrevendo aqui, seja a minha necessidade em retratar-te pela minha indolência ou pelo meu profundo desejo em te agradar e não te magoar. Eu não lhe chamo, o seu coração ainda é o meu, assim como ainda tenho o seu. A mais pura verdade é que lhe sou grato por todo o afeto, carinho e desejo de felicidade que você exprimia sobre nós, eu queria um dia poder transformar isso em respostas palpáveis e genuínas mas as encruzilhadas do destino não nos permitiram isso. É estranho porque tudo o que vejo é relacionado a você, tudo o que visualizo e tento de alguma forma me distanciar é você que está presente em meus pensamentos. Até um filme romântico que eu assisti recentemente "Agentes do Destino" a única relação que encontro com os protagonista é você presente neles. Não eu não sinto raiva, remorso ou tristeza por ter esses pensamentos. Eu sinto saudades e certeza que fizemos o melhor embora tivemos um fim doloroso e amargo. 

O céu não parecia se mover, as únicas coisas que vejo são nuvens e água caindo, o ruido dos carros nas ruas desapareceu, apenas o barulho da chuva e do vento é audível, porem dentro de meus pensamentos escuto sua voz, escuto o seu choro, eu sei disso porque já passei por situação semelhante. O desejo de sumir, sair correndo e mergulhar em contradições apenas para desviar deste pensamento. Mas isso não importa você quer apenas esquecer o que lhe machuca, sua voz vai se tornando mais suave... O que faço agora? Convido meu fiel amigo dragão para tomar um chá? Isso não é possível, depois de seu ultimo vôo ele se calou por um tempo, parece que está apenas me observando. Então a melhor escolha é pedir para que você se cale? Não, sua voz e nossas lembranças devem permanecer frescas, como forma de agradecimento e respeito por tudo que passamos e consideramos genuinamente verdadeiras. Talvez você acredite que isso tudo é besteira, porem não é. Realmente, para mim, era triste o que aconteceu conosco, não necessariamente isso " Tristeza " talvez nossas energias e nossos destinos são distintos e nosso encontro não poderia durar muito tempo. Encaro isso como um aprendizado. Eu aprendi bastante, aprendi que não posso amar, que não posso odiar e que a felicidade é apenas uma sensação momentânea e o inverso dela também.

The Old Ways
The thundering waves are calling me home, home to you
The pounding sea is calling me home, home to you

On a dark new year's night
On the west coast of Clare
I heard your voice singing
Your eyes danced the song
Your hands played the tune
T'was a vision before me.

We left the music behind and the dance carried on
As we stole away to the seashore
We smelt the brine, felt the wind in our hair
And with sadness you paused.

Suddenly I knew that you'd have to go
Your world was not mine, your eyes told me so
Yet it was there I felt the crossroads of time
And I wondered why.

As we cast our gaze on the tumbling sea
A vision came o'er me
Of thundering hooves and beating wings
In clouds above.

As you turned to go I heard you call my name,
You were like a bird in a cage spreading its wings to fly
"The old ways are lost," you sang as you flew
And I wondered why.




Algo agora me preocupa, o silêncio de meu fiel amigo dragão é algo assustador. O silêncio pode ser a premunição do esquecimento com meu guia, o vazio onde me comunico com ele.. Está chovendo? Não considero como um estado de fraqueza inundar meus pensamentos sobre ela, embora eu tenha dito isso a ela certa vez, onde enfatizava que ela era minha fraqueza.
Pare com isso dragão, apenas o fato de lembrar de você neste momento evidencia o sinal de que o seu silêncio me incomoda meu amigo. Quando não escuto sua voz, me sinto fragilizado, dependente apenas da minha percepção, sacuda suas escamas, levante-se de onde estiver... A voz dele estremeceu meus ossos quando ele respondeu "Um dia eu falarei francamente com você, porem, somente quando, você não usar seus sentimentos e essa fragilidade amorosa como amortecedores". Aquilo foi o suficiente para acalmar meu espírito e cessar completamente as vozes constantes que perturbavam meu raciocínio e olhando para o mundo que chora diante de meus olhos eu digo: EU EXISTO!



Ash Code - Oblivion

It’s a very cloudy morning, 
I face my memories in a warm tea
The heat blurs my eyes and I can't find my need
So many regrets but I swallow my pride
there’s no sound, there’s no time

Oblivion...that’s my oblivion

Every fucking morning I dive in a black sea
Forgetting almost everything about the world around me
Frozen in the moment with a joy inside
I’m glad to be sedated I'm losing my mind

Oblivion...that’s my oblivion

0 comentários:

Open Panel